Blog Clube Candeias - O maior clube de férias do mundo!

Conheça a riqueza de sabores da gastronomia pantaneira

Conheça os pratos que marcam a gastronomia pantaneira e a história envolvida em cada receita.

Por Fernanda Passos

10/11/2023 16:00 Atualizado em 18/06/2024 04:35 | 11 minutos de leitura

Confira uma lista dos pratos típicos e sabores que você precisa provar ao visitar o Pantanal

Entre tantas experiências incríveis que uma viagem proporciona, a gastronomia não pode ficar de fora. Conhecer novos lugares, paisagens, pessoas e culturas pode ser ainda melhor ao provar os pratos típicos da região, que trazem história por trás de cada tempero ou ingrediente.

Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre como o Centro-Oeste marca presença quando o assunto é trazer riqueza e sabor à gastronomia brasileira, principalmente na região do Pantanal (MS).

O Pantanal fica no Mato Grosso do Sul, a 688 quilômetros de distância de Campo Grande, e é conhecido por concentrar uma riqueza natural e uma quantidade de biomas, o que favorece paisagens incríveis e receitas que são um verdadeiro show à parte.

A criação de gado, a pesca e a agricultura são responsáveis por possibilitar a criação de pratos diversos, um atrativo de peso para os visitantes do local. Iguarias e receitas típicas brasileiras com uma adaptação local, presença de queijo, leite e derivados, carne, peixes e outras especiarias facilitadas pela localidade fazem parte da cozinha diária pantaneira.

Por isso, separamos as principais características, diferenciais e receitas típicas do Pantanal, principalmente de Corumbá. Dá só uma olhada!

Quais são os hábitos alimentares pantaneiros?

Com toda certeza, o ecossistema tão famoso e a história da região têm forte impacto na culinária do Pantanal. A pesca, por exemplo, é particularmente prevalente por causa dos rios e águas crescentes durante algumas estações do ano. Ao todo, existem cerca de 250 tipos de peixes na área, mas a piranha, pacu, peixinho dourado e peixe pintado são os mais populares entre os habitantes das águas pantaneiras.

O baixo nível das águas favorece a caça, principalmente de javali e jacaré, ambos, apesar de se tratarem de ingredientes e formas inusitadas de preparo, são comuns no dia a dia do Pantanal. Além disso, o Pantanal abriga um grande número de plantas que são utilizadas na culinária. O pequi é utilizado em pratos salgados e doces em toda região, assim como em Goiás. Vale ressaltar que a culinária pantaneira também utiliza frutas como mamão, banana-da-terra, bocaiúvas e jaracatiá.

O que esperar da gastronomia pantaneira?

arroz-carreteiro-gastronomia-tipica-brasil-clube-candeias
O arroz carreteiro é uma marca registrada do Pantanal


Simplicidade, um toque rústico e uma grande variedade de nutrientes, pensados primariamente para fornecer a energia necessária para o trabalho pesado que caracteriza o Pantanal.

Os alimentos costumam ser aproveitados de maneira integral, como por exemplo em peixes servidos nas folhas de bananeiras. Esse aproveitamento é um costume comum nas regiões sul-mato-grossenses, principalmente no que se trata dos ingredientes que estão à disposição.

O bioma pantaneiro costuma alternar entre enchentes e secas, o que exige uma preparação das fazendas, cultivos e outras atividades agropecuárias para cada período. Um ritual que marca o início do período das cheias é a comitiva pantaneira, que consiste em guiar o gado para as áreas mais altas, uma viagem que pode durar dias. Essa tradição exige preparos com ingredientes que não estraguem fácil e que forneçam a força e energia necessária.

Assim surgiram muitos dos pratos típicos do Pantanal, que além da força, também encantaram por seu sabor. Alguns deles são: macarrão de comitiva, arroz carreteiro, paçoca de carne seca, caldo de piranha, mandioca frita como acompanhamento de carne e peixes, das mais diversas formas, desde preparos fritos e cozidos, até aqueles assados com folhas de bananeira, com destaque para o pacu.

Saiba mais em: As delícias da culinária da região Centro-Oeste

Receitas que marcam a gastronomia do Pantanal

farofa-banana-da-terra-pratos-tipicos-pantanal-clube-candeias
A farofa de banana costuma ser um acompanhamento de receitas pantaneiras

Em um prato pantaneiro muitas vezes é possível perceber diversas influências, principalmente referências indígenas, africanas e europeias, por se tratar de uma gastronomia cheia de história e cultura.

Além da inspiração em sabores dos países vizinhos e regiões próximas e distantes do Brasil. A lista de receitas e adaptações da gastronomia do Pantanal é extensa, mas separamos uma lista daquelas que valem a prova em sua visita pela região de Corumbá!

Venha fazer parte do maior clube de férias do mundo.

Informe seus dados e esteja um passo mais perto de aproveitar todos os nossos benefícios!

* todos os campos obrigatórios

Caldo de Piranha

O caldo de piranha é a tradicional comida pantaneira, feita com um pescado muito comum na região. Trata-se de um ensopado batido com temperos e peixe cozido na panela de pressão. Os processos da receita são focados em tirar os espinhos comuns da piranha e todas as escamas.

Arroz Carreteiro

O arroz carreteiro faz parte da lista de receitas que surgiram nas comitivas pantaneiras, como era difícil congelar as comidas durante as viagens, a carne seca se tornava uma boa opção. Essa marca registrada pantaneira é um preparo simples, com arroz, carne seca, temperos e algumas vezes calabresa e bacon. Você pode encontrar esse prato na maior parte dos restaurantes do Pantanal.

Paçoca de Carne Seca

Dependendo da região em que você mora, é difícil ler a palavra paçoca e não associá-la a aquela feita com amendoim e açúcar, certo? Mas no Pantanal é um pouco diferente!

A paçoca costuma ser um prato salgado feito com farinha de milho, manteiga e carne seca.

Churrasco Pantaneiro

Assim como em outras regiões do país, o churrasco também faz parte da gastronomia pantaneira. Esse churrasco geralmente é feito com grandes pedaços de carne bovina temperada com sal grosso, sendo servido em espetos de madeira. Como acompanhamento do churrasco, está o famoso vinagrete, arroz branco e pedaços de mandioca amarela.

Macarrão de Comitiva

Outra receita típica das comitivas, como o nome já diz, é o macarrão de comitiva. Esse preparo nada mais é do que um macarrão espaguete frito em banha de porco, acompanhado de carne seca ou carne de sol. Uma forma inusitada de comer macarrão que agrada o paladar de muitos turistas.

Milk Shake de Bocaiúva

A Bocaiúva é uma fruta local com sabor do Cerrado, típica da vegetação sul-mato-grossense, muito usada em receitas doces. O milk shake de bocaiúva é refrescante e perfeito para quem visita o Pantanal em dias de calor, sendo uma mistura de sorvete, leite e pedaços de bocaiúva.

Carne de Jacaré

Uma das caças mais comuns do Pantanal é o Jacaré e apesar de ser um uso exótico, muitas refeições pantaneiras levam a carne desse animal. Costuma ser uma carne branca, servida em filés com acompanhamentos.

Pacú à Pantaneira

Assim como a piranha, o pacú também é um peixe bem presente nas pescas, e o Pacú à Pantaneira é a forma mais tradicional e buscada pelos turistas para provar seu gosto. Trata-se de um caldo bem temperado, com mandioca e especiarias.

Farofa de Banana-da-terra

A farofa de banana costuma ser um acompanhamento de receitas pantaneiras que envolvam carne, pela grande quantidade de banana-da-terra no local e por ser um prato saboroso, que se equilibra com diversos sabores.

Como mencionamos acima, as folhas de bananeira também costumam ser utilizadas em preparos de peixes da região.

Chipa

Por mais que a Chipa seja um biscoito tradicional da gastronomia paraguaia, é muito comum encontrá-lo na região pantaneira. Seu aspecto lembra um pão de queijo, mas tem um sabor um pouco diferente. Você pode encontrar a chipa em diversas partes do Pantanal, sempre com um formato de ferradura.

Arroz Boliviano

A fronteira com a Bolívia trouxe diversas heranças para a gastronomia do Pantanal e o arroz boliviano é um exemplo disso. É uma forma de arroz cozido com uma variedade de carne, queijo, batata, pimentão, milho e banana.

Sarrabulho

A refeição, que tem raízes portuguesas e é muito popular em Corumbá, é feita com calabresa, linguiça, azeitona e vinho tinto. O Sarrabulho é um alimento básico em grandes reuniões em Corumbá e muitas vezes é servido até mesmo como aperitivo para o churrasco de chão do Pantanal, algo que vale a pena provar.

Caribéu Pantaneiro

Essa receita consiste em um guisado que leva carne seca ou normal, mandioca, temperos e três tipos de pimentões para trazer mais cor e sabor ao prato. Em alguns restaurantes você pode encontrar o Caribéu com banana da terra frita. Esse prato é o favorito dos peões que levam os rebanhos pelas regiões do pantanal.

Pacu recheado e assado

Nesta receita, o Pacu pode ser recheado com com linguiça, batata, legumes, páprica picante, entre outros condimentos e alimentos. É um prato comum do dia a dia dos moradores do Pantanal, principalmente devido à facilidade de encontrar o peixe durante as pescas.

Por que a gastronomia pantaneira é histórica?

chipa-culinaria-paraguaia-clube-candeias
Chipas paraguaias

Além de toda a tradição e cultura envolvida em aproveitar alimentos e ingredientes característicos do bioma para a criação de pratos que encantam turistas de todos os cantos do Brasil e do mundo, a comida pantaneira também é histórica. As origens que mais impactam a mesa dos pantaneiros são africanas, indígenas e europeias. Todavia, países vizinhos como Paraguai e Bolívia também influenciam o paladar local.

Portugueses e espanhóis chegavam ao Pantanal pelo rio Paraguai em navios, assim como bandeirantes vindos do Sul do país, e traziam características, gostos e costumes da sua culinária consigo. Mas a verdade é que todas as receitas importadas de outros países e regiões do país, ao chegarem ao Pantanal ganham um toque especial ou até mesmo adaptações para acrescentar ingredientes locais.

Adaptações de receitas na gastronomia do Pantanal

terere-bebida-pantanal-gastronomia-tipica-clube-candeias
Os pantaneiros herdaram dos gaúchos o consumo da erva-mate, seja como chimarrão ou tereré

Muitas das comidas pantaneiras também vêm de regiões vizinhas, um exemplo disso é o arroz com pequi, conhecido por ser uma comida tradicional de Goiás, mas que também é muito frequente no Pantanal e em todo o Centro-Oeste do Brasil. Além de ter um gosto único e aroma forte, a fruta é muito utilizada como fonte de antioxidantes naturais e anti-inflamatórios para o organismo.

Além do típico churrasco, outro costume que os pantaneiros herdaram dos gaúchos é o consumo da erva-mate, seja como chimarrão ou tereré. As adaptações dessa erva no Pantanal incluem outras ervas como capim-limão, camomila, boldo, guaco, funcho e hortelã, o que traz ainda mais sabor e benefícios à saúde. O chimarrão faz parte do cotidiano e rotina de muitos pantaneiros, sendo preparada com água quente e consumida logo que o dia começa.

E sobre as influências europeias na gastronomia do Pantanal, você já imaginou uma pizza feita com pacu? Trata-se de um peixe assado como uma massa, com queijo, presunto, tomate e outros ingredientes como recheio por cima. Além da pizza, também é comum encontrar em uma viagem pelo Pantanal risoto de carne seca e pizza de carne seca.

Como aproveitar ainda mais sua visita ao Pantanal?

candeias-gold-fish-corumba-mato-grosso-do-sul-clube-candeias
Candeias Gold Fish

Existem grandes chances desse artigo ter te deixado com água na boca e com ainda mais vontade de conhecer o Pantanal e todas as belezas, sabores e cultura envolvida nessa viagem. Para te ajudar a aproveitar essa visita ao máximo, o Clube Candeias dispõe de unidades pelo Mato Grosso do Sul, com destaque ao Candeias Gold Fish, que oferece uma vista privilegiada da paisagem pantaneira.

As acomodações são equipadas com tudo o que você precisa para um descanso tranquilo após um dia conhecendo toda a natureza, cultura e gastronomia, além de oferecer serviço de café da manhã, estacionamento, sala de jogos, playground, piscina e churrasqueira.

Que tal já deixar sua visita em Corumbá com data marcada e conhecer toda essa diversidade que a Gastronomia Pantaneira oferece? Esse destino é daqueles que marcam suas histórias e roteiros de viagem.

Associe-se e garanta o seu passeio no Pantanal Sul-mato-grossense!

Compartilhe este conteúdo:

Entre no clima da viagem e curta a playlist Candeias Play:
Playlist no Spotify  Playlist no Spotify 

Tags: clube-candeias, pantanal, regiao-centro-oeste, gastronomia, turismo-gastronomico, mato-grosso-do-sul, culinaria


Veja também

Inverno no sul: unidades com piscina climatizada em Santa Catarina

Viagens

Inverno no sul: unidades com piscina climatizada em Santa Catarina


17/06/2024

Surpreenda seu amor: dia dos namorados Candeias

Viagens

Surpreenda seu amor: dia dos namorados Candeias


12/06/2024

Balneário Camboriú é destino em alta para férias de julho

Viagens

Balneário Camboriú é destino em alta para férias de julho


11/06/2024